Cristo Redentor recebe iluminação especial pelo Dia Mundial e Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas

Iniciativa faz parte das ações da campanha “Coração Azul: Todos contra o tráfico de pessoas”

Foto: Vicente Cosentino
Foto: Vicente Cosentino

No Dia Mundial e Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, celebrado no último sábado, 30 de julho, o monumento ao Cristo Redentor foi iluminado de azul, das 20h às 21h. A ação, promovida a pedido do Ministério Público do Trabalho no Rio de Janeiro (MPT-RJ), por meio da Coordenadoria Regional de Erradicação do Trabalho Escravo e Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas (Conaete), e a pedido da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos do governo do estado do Rio de Janeiro, por meio da Coordenação Estadual de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas e Trabalho Escravo, teve como objetivo reforçar as ações da campanha “Coração Azul: Todos contra o tráfico de pessoas”.

Segundo estimativa da Organização das Nações Unidas (ONU), dos 12,3 milhões de cidadãos que estão em situação de trabalho forçado, 2,4 milhões são vítimas de tráfico de pessoas. Com o contexto da pandemia de COVID-19, houve piora deste cenário, em razão do aumento da crise econômica. 

 Ao longo do mês, várias ações estão sendo desenvolvidas para despertar na sociedade a atenção para essa grave violação dos direitos humanos. Diversas Instituições abraçaram a causa e também iluminaram suas sedes de azul.

A campanha Coração Azul é uma iniciativa internacional do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes (UNODC) que busca conscientizar a sociedade para lutar contra o tráfico de pessoas e inspirar aqueles que detêm poder de decisão a promover as mudanças necessárias para acabar com esse crime. O Coração Azul representa a tristeza das vítimas do tráfico de pessoas e lembra a insensibilidade daqueles que compram e vendem outros seres humanos.

Assessoria de Comunicação • Ministério Público do Trabalho no Rio de Janeiro (MPT-RJ)
(21) 3212-2121 • (21) 9 9423-7936
prt01.ascom@mpt.mp.br
www.prt1.mpt.mp.br | Twitter: @MPTRJOficial | Facebook: MPTRJ.Oficial | Instagram: @mpt.rj



Imprimir