• denuncias
  • peticionamento
  • mediacao
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
  • Informe-se
  • Notícias
  • MPT publica nota à sociedade brasileira sobre a crise no transporte de cargas
  • Trabalho infantil O FILME
  • MPT cadastra entidades para destinação de recursos
  • Inscrições para o 2ª Processo Seletivo de Estágio de 2019 poderão ser realizadas de 7 de outubro a 7 de novembro
  • Atividades de capacitação vão debater políticas locais de acolhimento e integração de refugiados e migrantes
  • MPT lança desenho animado sobre trabalho infantil
  • MPT-RJ seleciona entidades para celebrar convênio de coleta seletiva
  • Edital convoca empregados e ex-empregados do Jornal do Brasil
  • Documentário expõe alto índice de mortes no trabalho. Clique para assistir.
  • MPT cadastra entidades para destinação de recursos

Tentativa de conciliação no caso do incêndio do alojamento do Flamengo termina sem acordo

Nova audiência foi marcada para o dia 29 de agosto

Foi realizada na manhã desta segunda-feira, 12 de agosto, uma audiência de conciliação sobre o caso do incêndio ocorrido em fevereiro no Centro de Treinamento do Flamengo. A reunião ocorreu no Centro Judiciário de Métodos Consensuais de Solução de Disputas (Cejusc-CAP), no prédio-sede do Tribunal Regional do Trabalho do Rio de janeiro (TRT-1), e foi presidida pelo juiz coordenador Múcio Borges.

O objetivo do encontro foi discutir a ação cautelar impetrada pelo Ministério Público do Trabalho no Rio de Janeiro (MPT-RJ) que pede o bloqueio de R$100 milhões do Clube de Regatas do Flamengo. O valor cobriria as despesas previstas envolvendo indenização das famílias das dez vítimas fatais, danos morais coletivos, despesas do processo, entre outras.

Estiveram presentes o procurador chefe do MPT-RJ, Fabio Goulart Villela; a procuradora do MPT-RJ e coordenadora da força tarefa responsável pelo caso, Danielle Cramer; e as procuradoras do MPT-RJ Juliane Mombelli, Virgínia Leite e Maria Vitória Sussekind também integrantes da força tarefa.

Não houve acordo entre as partes e uma nova audiência foi marcada para o dia 29 de agosto, às 14h30, na qual serão convocados a Defensoria Pública e o Ministério Público Estadual.

“Talvez com a presença desses órgãos, a gente consiga chegar a uma composição, uma vez há várias questões envolvidas no processo. Não é uma negociação fácil, mas estamos otimistas e mantendo nosso esforço em conciliar”, assinalou o juiz Múcio Borges, coordenador de primeiro grau do Cejusc-CAP.

Assessoria de Comunicação • Ministério Público do Trabalho no Rio de Janeiro (MPT-RJ)
(21) 3212-2121 • (21) 9 9423-7936
prt01.ascom@mpt.mp.br
prt1.mpt.mp.br | Twitter: @MPTRJOficial | Facebook: MPTRJ.Oficial

Imprimir

  • banner pcdlegal
  • banner abnt
  • banner corrupcao
  • banner mptambiental
  • AUDIN
  • banner transparencia
  • banner radio
  • banner trabalholegal
  • Portal de Direitos Coletivos