• denuncias
  • peticionamento
  • mediacao
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
  • Informe-se
  • Justiça do Trabalho concede tutela antecipada em face de escritório de advocacia

  • Pesquisa CNMP
  • MPT cadastra entidades para destinação de recursos
  • banner mudanca sede
  • MPT-RJ divulga resultado final do 1º Processo Seletivo de Estágio de 2019
  • Audiência pública “Responsabilidade das empresas de comunicação pela segurança e integridade física dos profissionais que exercem atividade de cobertura externa de eventos”
  • Conheça a campanha "Criança não deve trabalhar, infância é para sonhar”
  • MPT-RJ seleciona entidades para celebrar convênio de coleta seletiva
  • Edital convoca empregados e ex-empregados do Jornal do Brasil
  • Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) aplica pesquisa para ouvir a sociedade sobre temas prioritários na atuação do Ministério Público
  • Documentário expõe alto índice de mortes no trabalho. Clique para assistir.
  • MPT cadastra entidades para destinação de recursos
  • Procuradoria Regional do Trabalho da 1ª Região inicia mudança para nova sede.

Justiça do Trabalho concede tutela antecipada em face de escritório de advocacia

Ação Civil Pública do MPT-RJ constatou irregularidades na contratação de advogados no Escritório Elísio de Souza

O Ministério Público do Trabalho no Rio de Janeiro (MPT-RJ) obteve, em Ação Civil Pública em face do Escritório Jurídico Elísio de Souza, a antecipação dos efeitos da tutela pleiteados na Justiça do Trabalho.

Com a decisão, da 58ª Vara do Trabalho, a empresa terá de abster-se de admitir advogado como sócio ou associado, devendo efetuar, imediatamente, o registro desses advogados como empregados em livro, ficha ou sistema eletrônico, conforme determina o art. 41 da CLT.

Durante o Inquérito foi constatada a contratação de advogados por meio de sociedade ou associação, que atuavam efetivamente como empregados, sem o devido reconhecimento do vínculo empregatício.

Em caso de descumprimento a empresa pagará multa no valor de R$100 mil por trabalhador admitido de forma contrária a decisão.

Assessoria de Comunicação • Ministério Público do Trabalho no Rio de Janeiro (MPT-RJ)
(21) 3212-2121 • (21) 9 9423-7936
prt01.ascom@mpt.mp.br
prt1.mpt.mp.br | Twitter: @MPTRJOficial | Facebook: MPTRJ.Oficial

Imprimir

  • banner pcdlegal
  • banner abnt
  • banner corrupcao
  • banner mptambiental
  • AUDIN
  • banner transparencia
  • banner radio
  • banner trabalholegal
  • Portal de Direitos Coletivos